Alergia alimentar não é frescura! O que é a síndrome F-PIES e porque os rótulos devem ter EXATAMENTE o que contém no alimento? #poenorotulo

Você sabia que NEM tudo que tem na nossa comida está escrito no RÓTULO dos produtos? Sabia que quem tem alergia alimentar fica bastante vulnerável nesta situação? Alergia é  coisa séria. Informe-se, respeite e compartilhe! #poenorotulo

Você sabia que NEM tudo que tem na nossa comida está escrito no RÓTULO dos produtos? Sabia que quem tem alergia alimentar fica bastante vulnerável nesta situação? Alergia é coisa séria. Informe-se, respeite e compartilhe! #poenorotulo

Algum tempo atrás reencontrei um querido amigo, o Renato. Ao falarmos das nossas vidas, depois de tantos anos, ele me contou que sua filha tem alergia alimentar e, inclusive, me ajudou a esclarecer à algumas leitoras a questão do SUS dar latas de compostos especiais para bebês com intolerância, que são mais caras,  através do pedido do pediatra.
Outro dia postei uma foto de festinha de criança e algumas pessoas comentaram que nos EUA não se pode servir comida para crianças assim tão livremente, já que o número de crianças alérgicas é enorme. Houve até uma discussão saudável embaixo da foto sobre ser ou não exagero esse cuidado ou esse enorme número de crianças diagnosticadas com alergia alimentar.
Por uma questão de decisão mútua aqui em casa, Laura não colocou um pedaço de chocolate na boca até 2 anos de idade. E refrigerante nem pensar! Por sei lá quanto tempo da vida dela, não quero que ela conheça o gosto ou, pior, vicie, nessas coisas. E olha que não é uma questão grave, de vida ou morte, e sim uma escolha, um zelo. Porém, por 3 ou 4 vezes já peguei gente desavisada enfiando chocolate na boca dela sem me perguntar se poderia dar ou não. Cheguei já desesperda: “ela não come chocolate!!  Não dê!!” E se a Laura tivesse alergia alimentar? E se isso pudesse realmente colocá-la em choque e ela começasse a vomitar? Como essa pessoa remediaria ela? Alergia alimentar é coisa séria!
Cansada de ouvir que alergia alimentar é frescura, a esposa do meu amigo, Monica, escreveu um desabafo e me autorizou a compartilhá-lo com vocês. Ao fim do desabafo, uma explicação clara do que é a síndrome F-PIES.
 
“E é de pouquinho em pouquinho que se faz um estrago.
Hoje, não venho aqui contar sobre a felicidade dos meus filhos e nem mostrar minhas maravilhosas receitas.
Eu venho aqui para te contar uma coisa séria, que talvez você já saiba e que talvez você nem dê importância e nem tenha interesse em ler um texto tão longo, mas que seria bacana se um dia você pudesse ajudar alguém.
Minha filha nasceu com uma síndrome rara chamada F-PIES (nem os melhores médicos do BR sabiam), a síndrome passa, um dia cura, mas é uma luta incessante que aflora os nervos e pede bom senso em situações que não são possíveis de administrar com calma.
O F-Pies, nada mais é que uma alergia alimentar que pode matar silenciosamente, assim como todas as demais alergias alimentares.
Há 4 dias, venho administrando conscientemente um leite de Macadâmia feito na Espanha (perita em alergia alimentar diferentemente do nosso Brazilsão), no rótulo vem bem claro: “Este leite possui traço do traço do traço da soja, isso significa: esse leite foi embalado em uma empresa que também envaza leites que contenham soja”, ou seja, a chance de eu dar a soja (um alergeno para a minha filha) era mínima.
Ocorre, que hoje ela teve uma reação F-PIES no meu colo, dentro de um supermercado, assim, do nada, ela entrou em choque após uma perda volêmica acentuada, como já estou acostumada com isso, contornei a situação com a calma que pude no momento, enquanto umas 30 pessoas assistiam em pânico e me perguntavam desesperadamente:
“O que nós podemos fazer para ajudar?!”
E eu respondia: “Calma, vamos esperar que ela pare de vomitar!”
Até que uma senhora me pergunta: “O que ela tem??”
Eu respondi: ”Alergia Alimentar.”
Continuou a Senhora: “Eu achava que alergia era frescura!”
Não respondi, e, talvez seja isso que esteja entalado aqui, dentro do meu coração de mãe!
Quando uma mãe super protege seu filho é porque ela sabe o que aconteceu e tem muita consciência daquilo que pode vir acontecer se a criança ingerir uma alérgeno (meu caso, leite, soja e corantes) MÃE QUE EXAGERA SABE PORQUE EXAGERA!
Apesar de não termos a consciência de que muitos alimentos são venenos, acredite de pouquinho em pouquinho a comida pode matar, então, por mais nutritivo que um alimento possa lhe parecer, não ofereça uma alimento à uma criança sem o consentimento de seus pais.
E se alguém quiser ajudar, seria muito bacana avisar para quem pensa em Alergia é frescura, que isso é sério e seria no mínimo prudente se informar antes de julgar!
Alergia a Proteína do Leite não é a sua dieta com a nutricionista mais cara do país que declara que você é INTOLERANTE A LACTOSE. ALERGIA É DOENÇA E TEM ATÉ CID!
A Elis está bem. Suspendemos o teste…Porém muitas outras crianças que vão à escolinhas, festinhas de aniversário e etc…podem não estar, ainda mais se quem cuidar delas pensar: ALERGIA É FRESCURA!
Entenda: as melhores coisas da vida não são feitas de comida!
Obrigada a todos que sempre me ajudam e obrigada também a quem acha que tudo isso é frescura, assim me motiva a mostrar para meus filhos que eles devem entender e aceitar que todo mundo têm limites e defeitos na vida e nem sempre A IGNORÂNCIA É FRESCURA!
 
EXPLICAÇÃO:
Dedico este compilado às mães com FRES-CURA, com todo meu carinho, meu respeito e admiração!
Dedico à Dra. Adriana Maluf Elias Sallum, ao Dr. Uenis Tannuri e ao meu filho Yuri que me deu a chance de perceber que alguma coisa muito errada estava acontecendo com a Elis!
Falando sobre o FPIES:
Nota: Sou mãe e advogada. Estou escrevendo sobre essa alergia alimentar no Brasil em uma época que ainda não existe nada muito relevante sobre o tema. Um Consenso brasileiro de 2007 citou brevemente a doença não conseguindo mensurar suas causas e nem seus efeitos, bem como o Consenso Americano de abril de 2010 publicado na Guidelines. 
Conheço apenas a história de crianças que manifestaram esse tipo de Síndrome no Brasil, nos Estados Unidos e na Europa, através de grupos sociais. 
Nenhum médico brasileiro de meu conhecimento se aventurou ainda sobre o assunto. 
Fui motivada a contar sobre o F-pies após publicar um desabafo nas redes sociais e obter centenas de compartilhamentos e de mensagens que me pediam a explicação sobre o assunto. 
Portanto, este texto está longe de ser científico e apenas relata a minha experiência de mãe que convive com a alergia. 
 
O que você precisa saber sobre o FPIES na minha experiência de mãe: 
Intolerância a Lactose não é alergia. Na intolerância a criança não faz choque nem por perda volêmica nem
fechamento de glote, apenas fica com gazes e as vezes diarreia (comum em idosos).
 
Lactose = açúcar do leite de vaca
Alergia = proteína do leite de vaca (caseína) 
 
F-PIES significa:Food Protein-Induced Enterocolitis Syndrome, a proteína de um alimento induz enterocolite. Chamada no Consenso brasileiro de 2007 por: ENTEROCOLITE INDUZIDA POR PROTEÍNA ALIMENTAR 
 
O F-PIES é um dos tipos de alergia alimentar. Sendo que a mais comum delas é a APLV (alergia a proteína do leite de vaca). 
 
Ainda hoje não existem exames que detectam o F-pies, o diagnóstico é feito por avaliação clinica. Normalmente essa síndrome aparece na introdução alimentar da criança por volta de 6 meses de idade. 
 
O vômito intenso com o aparecimento da bile após a alimentação, e, as diarreias com sangue são marcadores importantes no diagnóstico do F-PIES. Porém, a característica comum, é o tempo do vômito após a ingestão do alimento, parece cronometrado de 2 a 3 horas. 
 
Essas reações devem ocorrer constantemente para se chegar a esse tipo de diagnóstico. 
 
Os alimentos que mais disparam o f-pies é o leite de vaca e a soja.  
 
No caso de perda volêmica acentuada a criança pode ficar desidratada necessitando de avaliação clínica e hidratação venosa. 
 
O F-Pies tem cura! Conheço alguns relatos de cura aos 3 anos de idade, outros mais tardiamente. 
 
Sempre no caso de dúvidas, procure seu médico. É de extrema importância o acompanhamento regular com um pediatra de sua confiança. 
(Monica Bellotto) 
 
Amorecos, essa foto que ilustra o post é da linda Elis, bebezuca linda dos meus amigos Renato e Monica. O desabafo acima é sobre ela. Se conseguirmos 1 milhão de compartilhamentos, um grande passo será dado quanto à importância do rótulo conter ABSOLUTAMENTE TODOS os ingredientes ou possibilidades. Clique aqui para compartilhar a imagem que está na fanpage do Blog e ajudar a mudar isso! #poenorotulo 
 
MUITO OBRIGADA!!!

Comente!