Ana Hickman visitou minha casa e Laurinha fez muita farra com mamãe e vovó!

anahickman

Farra em casa, pro Programa da Tarde (foto: reprodução instagram @ahickmann)

Olá, amorecos!

Semana passada foi ao ar o novo quadro da Ana Hickman, no Programa da Tarde, o “Papo de Mãe” e eu, Laurinha e Mamy tivemos a honra de sermos as primeiras a participar.

Foi um papo delicioso aqui em casa, interrompido pela farra (e às vezes manha e soninho) da Laura e recheado de dicas e etc. Inclusive, chamei a Ingrid, da Dip en Dap, para falar sobre o quarto da Laura, que ela fez, tanto na casa antiga, quanto nessa 🙂

Ingrid, da Dip en Dap, e Ana (com Alexandre na barrigóta)

Ingrid, da Dip en Dap, e Ana (com Alexandre na barrigóta)

Espero que vocês curtam a matéria. Eu adorei 🙂

Beijokas!

P.S.- Quando essa foto que abre o post foi postada no instagram da Ana, algumas pessoas criticaram o fato da Laura chupar dedo. Já falei disso aqui e sobre o bullying que passei/passo com isso aqui . Agradeço a “preocupação” dessas pessoas, mas Laura vai à pediatra regularmente e não tem qualquer problema de dicção ou qualquer deformação de palato. E continuaremos de olho. 🙂 Bjokas

Comente!

  • Fabiola Fontes

    Oi Mari, acompanho o seu blog desde o outro site, e a minha Maria Helena nasceu 25 dias depois da Laurinha. Ela tá muito fofa, parabéns! A Maria também chupa dedo e está ótima! Acredito na criação dos filhos com felicidade e sem grilos mais do que o necessário! rs

  • bichomae

    Muito legal Mari!! Gostei muito mesmo. Que lindas vocês! Bjoss

  • Camilla Jarschel

    Oi mari,não consigo parar de ver esse video,é muito bom,gostei muito,e a Lalau então nem se fale uma verdadeira princesa,Parabéns..Fafa,Ana liiindas.

  • Fernanda Priminini Russo

    Querida Mari, adorei o vídeo! É diferente de ler o blog e ver a pessoa Mari em ação. Você e sua mãe tem uma energia tão especial, e sua filha é uma fofa! Ainda não sou mãe (estou na tentativa), mas tenho o mesmo pensamento que você, hoje a gente fica procurando muitas informações para não errar, e isso acaba gerando uma “neurose” coletiva. Parabéns pelo seu blog e pelo seu trabalho! beijos…Fê