Catapora (ou Varicela): o que é, como se manifesta e o que fazer.

(Imagem: © ImageZoo/Corbis)

(Imagem: © ImageZoo/Corbis)

 
Eu tenho uma cicatriz redondinha na testa porque me coçava loucamente ao contrair a Catapora. Nessa ápoca do ano é muito comum uma “onda” de Catapora (ou Varicela) pegar a criançada por aí.
Os primeiros sintomas são febre entre 37,5° e 39,5°, mal-estar, inapetência, dor de cabeça, cansaço. Entre 24 e 48 horas mais tarde, surgem lesões de pele caracterizadas por manchas avermelhadas, que dão lugar a pequenas bolhas ou vesículas cheias de líquido, sobre as quais, posteriormente, se formarão crostas que provocam muita coceira.
Pedi para a pediatra Dra. Denise Bedoni, do Hospital Leforte, escrever aqui no blog sobre a doença.
 
A Varicela (Catapora), por Dra. Denise Bedoni, pediatra do Hospital Leforte.
 
Mais uma vez, nesta época do ano, começamos a enfatizar a prevenção para a vacina da Catapora, principalmente em nossas crianças em idade escolar, onde a exposição ao vírus é bem maior. A Varicela (Catapora), doença contagiosa comum da infância, resulta de infecção primária provocada pelo vírus da varicela-zoster. A Varicela em geral, é considerada doença infantil benigna. Porém, podem ocorrer graves complicações com risco de vida, principalmente em crianças mais debilitadas ou enfraquecidas. A vacinação abrangente e bem sucedida, contribuiu de forma significativa para a redução substancial da incidência das doenças infantis mais comuns nos últimos 50 anos.
VARICELA : A doença
É transmitida de pessoa para pessoa por meio de contato direto, com gotículas de saliva ou com o líquido do interior das vesículas, das lesões de pele, ou por meio das secreções do trato respiratório A erupção provocada pela Varicela, aparece na pele, em média, 14 dias após a infecção.
Manifestações Clínicas
Após o período de incubação (14 – 16 dias) a Varicela começa a manifestar-se com febre baixa, mal estar e aparecimento da erupção (lesões na pele). O nível da pele geralmente corresponde à extensão da erupção. Temperaturas em cerca de 40,6º C são comuns nos casos mais graves de Varicela quando a erupção cobre praticamente toda a superfície corpórea. O sintoma da Varicela que costuma causar o maior desconforto, é o prurido (coceira), que ocorre durante a fase vesicular (bolhas) da doença. As lesões em geral aparecem em surtos que geralmente envolvem o tronco, a face, o couro cabeludo e as extremidades. Alguns indivíduos podem chegar a apresentar até duas mil lesões. Também a incidência de complicações é substancialmente mais elevada em indivíduos maiores de 15 anos e crianças imunodeprimidas, sendo a pneumonia a complicação mais grave.
 
Importante
A vacinação proporciona uma eficácia protetora de 99% para crianças menores de 13 anos. A vacinação preventiva contra a Varicela está indicada em todas as crianças com idade superior a 1 ano, e em adultos, em dose única. Está comprovado que, devido a variedade imunológica de cada criança, nos dias de hoje, evitamos o contato do doente contaminado com as outras crianças, prevenindo-se as demais com a vacina, pois não sabemos qual resposta à doença aquele organismo pode manifestar, de uma varicela leve até a manifestação mais grave, necessitando até de internação. Daí a importância da vacinação. Você estará prevenindo aquelas bolhinhas que tanto coçam e se espalham pelo corpo do seu filho, ou encefalites (inflamação do cérebro) e pneumonites (inflamação do pulmão) quando ocorrem em crianças maiores.
 
No site do Dr. Drauzio Varella também encontrei essas informações abaixo:
 
O Tratamento
O tratamento visa basicamente a aliviar os sintomas. Como outras doenças transmitidas por vírus, não há muito o que fazer. O importante é evitar a contaminação das lesões por bactérias, o que complica o quadro.
Não coçar as feridas diminui o risco de infecções e a formação de cicatrizes.
Adultos ou pessoas debilitadas, que se contaminem com o vírus da catapora, requerem cuidados especiais.
 
Recomendações

* Vacine seu filho/a contra a catapora no primeiro ano de vida. Embora geralmente seja uma doença benigna, os sintomas são muito desagradáveis;

* Procure evitar contato direto com pessoas doentes;

* Não deixe a criança coçar as lesões para evitar infecções por bactérias. Não é tarefa fácil, porque a coceira é intensa;

* Não arranque as crostas que se formam quando as vesículas regridem;

* Mantenha o paciente em repouso enquanto tiver febre;

* Ofereça-lhe alimentos leves e muito líquido.

ATUALIZAÇÃO NO POST!
Recebi esses dois relatos abaixo de amigas e achei importante dividir com vocês:
 
printJoanna
 
printJu
 
A taxa de soroconversão é de 96% a 98% e a imunidade parece ser duradoura, em torno de dez anos. Algumas crianças podem ter catapora mesmo após ter tomado a vacina. A doença, entretanto, será muito leve, com pequeno número de lesões – até 50. Mesmo assim, é muito mais seguro tomar a vacina.
 
Que seu filhote não contraia, mas, se contrair Catapora: muito repouso, líquido, unhas cortadinhas para evitar que arranquem as crostinhas coçando e muito amor.
Beijokas!

Comente!