Chá de bebê: quantas fraldas e tamanhos eu preciso pedir?

Com as doações generosas dos meus amigos e família no Chá de Fraldas da Julia, em dezembro de 2015

Com as doações generosas dos meus amigos e família no Chá de Fraldas da Julia, em dezembro de 2015

Postei aqui no blog há alguns dias as fotos do meu Chá de Fraldas beneficente, em prol do Amparo Maternal, né? Tanto quando aconteceu o Chá, quanto quando o post foi ao ar aqui no blog, recebi muitas mensagens sobre como calcular quantas fraldas de cada tamanho pedir e é sobre isso que falo hoje.

Antes eu queria falar da minha experiência nas duas gestações. Na gestação da Laura eu fiz o tradicional Chá de Bebê (os posts estão aqui e aqui), com lista em loja especializada e etc. Foi uma festa enorme e cheia de amor. Quando engravidei da Julia, tendo tudo guardado da Laura – já que eu pretendia engravidar de novo – não vi necessidade em fazer Chá de Bebê novamente. Como, para mim, o mais importante em um Chá é a celebração de um momento lindo com amigos e família, fiz de um Chá de Fraldas, uma oportunidade para não só celebrar, como para ajudar o outro.

Chá de Bebê da Laura, em outubro de 2011

Chá de Bebê da Laura, em outubro de 2011

Falando com amigas que estavam grávidas, vi que a maioria colocava na ponta do lápis o custo de organizar uma celebração e viram que sairia o mesmo que comprar as coisas por si só. Eu não tinha pensado nisso… Hoje, aconselho quem me pergunta a fazer o Chá de Fraldas por achar que você não precisa organizar um evento para isso e, ao mesmo tempo, te garante meses de paz sem ter que sair de casa atrás de fraldas quando você poderia estar descansando.

Descansar é MUITO importante não só pela saúde mental da mãe (hahaha), mas é imprescindível para a produção do leite. Que seja 10 minutos a ida até a farmácia, supermercado, loja: vai ser bem melhor para você esses 10 minutos descansando.

Na arrumação do quarto da Julia, o estoque de fraldas RN e P já está organizado. As M e G estão na despensa. Tudo para otimizar o tempo e ganhar descanso

Na arrumação do quarto da Julia, o estoque de fraldas RN e P já está organizado. As M e G estão na despensa. Tudo para otimizar o tempo e ganhar descanso

A importância de um bom produto também tem a ver com o seu descanso: se você tem uma fralda que vale por duas de outra marca em termos de absorção e qualidade, é uma troca a menos e é mais um tempo que você descansa. Uma fralda vazada não faz com que você troque apenas a mesma e a roupa do bebê, mas pode ter que fazer você trocar o jogo do berço, dar um banho fora de hora… No caso de quem tem filha mais velha, como eu, sobra mais tempo também para estar com ela, brincar, dar atenção…

Fora que calcular apenas o valor da fralda para não pagar a mais e decidir por outra “mais em conta” e  que você acabará por usar o dobro no bebê é uma conta que poucas pessoas fazem. Você pode pagar um pouco menos em outra marca e usar mais fraldas por dia, fazendo assim uma economia falsa… Para mim, isso não vale a pena e por isso eu nunca abri mão que a Laura usasse Pampers. O mesmo será com a Julia, que já está com o armário repleto (como mostra a foto acima).

Pois bem, voltando ao tema do post: e quantas fraldas – de que tamanhos – eu peço para o Chá de Fraldas que farei? O tamanho correto da fralda em relação ao peso do seu bebê também é super importante para o bom uso da mesma. Insistir em uma fralda menor faz com que ela não cumpra o que ela é feita para fazer. Vamos lá?

tabelaChadeFraldas

 

Claro que essa faixa de peso é uma média pela idade do bebê! A Julia, como nasceu com 4,100 kg, deve usar um pouco a menos de RN – mas lembrem-se também que os bebês tendem a desinchar e “emagrecer” um pouquinho nos primeiros dias fora da barriga.

Há quem já indique lojas especializadas e na lista dela já defina quantas fraldas de quais tamanhos (geralmente essas lojas não fazem trocas de fraldas, então atenção na hora de definir) e há quem dê a liberdade da pessoa de comprar onde quiser. A dica nesse segundo caso é colocar no convite de cada um o tamanho que ela compra para você. Algumas receberão convites pedindo tamanho RN, outras P e por aí vai. Assim você ganha o que realmente precisa. J

Um outro detalhe é que vale a pena sinalizar, também, a marca da fralda que você quer ganhar. No seu chá com certeza irão amigas que ainda não são mamães e não fazem ideia do que comprar… Eu coloquei um recadinho carinhoso para as convidadas falando da marca que queria, pra não ficar com nenhum pacote de fraldas encalhado em casa depois!

Se você, como eu, é fã dos produtos de Pampers, ajude outras mamães a encontrarem o melhor para seus bebês! Faça a resenha dos produtos no site da marca: AQUI. Pampers vai adorar saber o que você pensa sobre os produtos, já que eles são feitos para você e o seu bebê.

Beijokas e boa celebração do amor para você!! – com muita fralda!

#publieditorial #Pampers #BaseadoNaMinhaExperiência

Comente!

  • Elizandra Lima

    Oi mãezinha 🙂 adorei as dicas! Se possível, vc pode postar como foi o recadinho pedindo a marca da fralda. Fico um pouco constrangida em pedir para meus convidados. Fico no aguardo, bjos ?

  • Ana Paula Lima

    Adorei as dicas! Ficamos bem perdidas mesmo com relação aos tamanhos e idade dos bebes! O único ponto que discordo um pouco (e isso é uma opinião pessoal) é sinalizar a marca da fralda. Acho um pouco constrangedor principalmente para nós que vamos ganhar o presentinho e ainda ”sugerir” a marca que queremos. Acredito que todos sabem qual é boa e melhor mas nem sempre todos tem condições de comprar por questões financeiras. Enfim…mas no geral achei a tabelinha super útil e usarei para fazer os cálculos do chá de fraldas da minha pequena!! Obrigada pelas dicas!

  • Paula Chamarelli

    Acho arriscado ter tudo de uma marca só, pois o bebê pode apresentar alergia de uma determinada marca e perder tudo, vai dar trabalho pra trocar.
    No cha de fraldas da minha filha ganhei Pampers e Mônica, pelo menos se acontecesse o citado acima não perderia tudo.
    Detalhe: Cada bebê é bebê não tem como prever reações alérgicas!

    Bjs