E Laura teve infecção urinária: sintomas, o que é e como tratar.

(Foto: © Richard Schultz/Corbis)

(Foto: © Richard Schultz/Corbis)

 
 Pouco antes de viajar para os EUA (em breve falarei sobre a feira ABC Kids que cobri em Las Vegas), Laura passou a reclamar quando fazia xixi. Ela dizia: “Mamãe, tá doendo meu bumbum”. Na primeira vez achei que fosse apenas algum incômodo por sentar no vaso meio torta ou ter usado o vaso sem o adaptador para fazer xixi e ter doído o bumbum mesmo. Mas a reclamação continuou.
 
Viajei e meu marido ligou para a pediatra da Laura afim de saber como identificar se ela estava com infecção urinária. Por coincidência, eu havia lido havia poucos dias no blog da minha querida Analu, o Look Bebe um post sobre a filha dela ter tido infecção urinária , mas, como a Laura não tinha tido febre nem nenhuma pintinha na área (como ela descreveu ter sido a da Bruna), achei que pudesse não ser.
 
A pediatra pediu exame de urina e lá foi meu marido com ela pro laboratório. Não deu muito certo pois na hora da higienização da área ela chorou muito de tanto que ardeu – e o pai chorou mais que ela <3 Por conta da dor não conseguiu fazer quase nada de xixi. Decidiram esperar um pouco por lá e tentar de novo, mas saiu muito pouco.
 
Após enviarem o resultado para a pediatra, ela pediu que refizessem o exame para ter certeza, já que não foi feito da melhor maneira. Ela fez, me contou (“mamãe, vim fazer xixi no potinho!”) e dessa vez correu tudo bem. Resultado: leucócitos super alterados e outros fatores indicando sim uma infecção urinária.
 
Durante esse período entre as reclamações de dor, exames e começo de antibiótico, Laura fez xixi na calça e na cama várias vezes, coisa que jamais tinha feito. Outro sintoma de que algo não ia bem mesmo por ali. L Ela chegou a chamar o pai de madrugada para pedir desculpas e fazer xixi na cama 2x na mesma noite. De cortar o coração.
 
Hoje está sendo o último dia de antibiótico (foram 10 ao todo). Um antibiótico de gosto horrendo que deu MUITO trabalho nos primeiros dias, até que a gente fez duas coisas:
– Ritual de picnic a cada vez que ia dar o antibiótico, com direito a poder molhar o dedinho na nutella antes para adoçar a boca e depois para tirar o gosto. Uvas e biscoito integral, além de suco compunham a toalha de picnic;
– Durante a visita à dentista, eu disse que havia me atrasado porque a Laura estava muito relutante a tomar o remédio pro “bichinho da perereca” (hahahah) e ela falou: “Laura, eu vou falar com a Fada do Dente e, se você tomar todos os dias seu remédio direitinho, ao final dos 10 dias, a fada deixará um presente na sua cama”. Olha, certo ou não essa coisa de presentear, isso foi MÁGICO. Ela faz careta, mas toma tudo sem nem brigar com a gente, sem fazer escândalo, nada…
 
A infecção já parece ter ido embora pois não houve mais qualquer reclamação de dor e nem escape de xixi (cheguei no 3º dia de antibiótico e ela já não havia feito mais xixi na cama).
 
Pedi à Dra. Denise Bedoni, pediatra do Hospital Leforte (www.leforte.com.br), para explicar alguns pontos da infecção urinária para que eu postasse aqui para vocês. Espero que os filhotes de vocês não passem por isso, mas, passando, que seja mais fácil e rápido identificar com essa explicação abaixo.
 
O que é infecção urinária?
É a infecção no trato urinário, que atinge alguma parte do sistema composto pelos seguintes órgãos:
  • Rins- que fabricam a urina
  • Ureteres-  que levam a urina dos rins até a bexiga
  • Bexiga-  que armazena a urina ..
  • Uretra-  leva a urina da bexiga até o orifício por onde o xixi sai
Como vou saber se meu filho está com a infecção?
  • Febre inexplicável
  • Vontade repentina de fazer xixi
  • Dificuldade para esvaziar a bexiga (sensação que “tem mais” xixi para sair)
  • Choro ou reclamação na hora de fazer xixi, em crianças que usam fralda e não falam muito, coloque mão sobre a fralda, você vai sentir o quente da urina  na fralda
  • Urina com odor estranho
  • Urina opaca, turva ou com sangue
  • Dor na barriga, do lado de abdome ou nas costas
  • Vômitos
  • Falta de apetite
  • Cansaço
  • Calafrios
 
Qual é o tratamento da infecção?
O seu médico indicará o melhor tratamento, que é feito com antibiótico. Siga corretamente.
Ainda que a criança pareça ter melhorado depois de alguns dias, é importante dar o remédio até o último dia, conforme a receita do médico e orientação, para que a infecção não volte ainda mais forte. 
 
Há algo que eu possa fazer para evitar as infecções?
  • Dê sempre bastante líquido ao seu filho.
Além de manter o trato urinário em constante atividade, os líquidos ajudam a evitar a prisão de ventre, que pode colaborar para que haja infecções.
  • Incentive a criança a urinar com frequência, mais ou menos a cada três horas.
  • Importância da higiene correta: Meninas – sempre limpe a área da frente para trás, quando estiver trocando a fralda ou com o papel higiênico, para não levar bactérias do bumbum para a vagina infecções.
 Bjs, queridos!

Comente!

  • Ingrydysilva Lima

    Olá Boa noite então hoje minha filinha de 4 anos chegou da escola falando mamãe e quando usei o banheiro da escola pra fazer xixi doeu um pouquinho ai depois disso ela não fez mais xixi quando chegou foi só bem depois de muito tempo e reclamou de novo