Não é porque o frio chegou que a Dengue foi embora. #NossaCidadeSemDengue

Trocar a água dos vasos de flores da casa é uma maneira de prevenir a Dengue (Imagem: © Image Source/Corbis)

Trocar a água dos vasos de flores da casa é uma maneira de prevenir a Dengue (Imagem: © Image Source/Corbis)

Muitas pessoas costumam ligar a vinda do mosquito da Dengue apenas à época de chuvas e passam a não se preocupar mais tanto quando as chuvas vão embora, o frio chega… Ou, ao primeiro sinal de queda dos número de casos de dengue, acabam por relaxar quanto à prevenção da doença e da proliferação de ovinhos do mosquito da Dengue.

Alerto para isso pois há cerca de duas semanas a Prefeitura de São Paulo divulgou que a cidade SP tem queda de casos, mas que a dengue não está controlada.

O Brasil registrou queda de 27% do número de casos de dengue entre março e abril deste ano. Segundo o Ministério da Saúde, a redução mostra que o período de maior transmissão da doença passou. Em 2015, foram confirmados 845,9 mil casos de dengue e 290 mortes pela doença até o dia 9 de maio. Os dados revelam aumento 155,5% no número de casos e de 25% no de mortes, quando comparados ao mesmo período de 2014. Mas, segundo balanço do Ministério da Saúde, 13 estados apresentaram redução dos casos na comparação de março para abril. O maior recuo foi no estado do Amapá (79,3%), que teve 682 casos em março e 141, em abril. São Paulo diminuiu a transmissão em 51,3%, passando de 192,2 mil casos em março para 93,7 mil, em abril, e no Maranhão (47,2%), onde caiu de 2,2 mil para 1,2 mil.

Sim houve queda dos números gerais, mas em alguns estados houve aumento de casos de dengue. No Ceará, o número subiu de 7.393 para 12.249, entre março e abril; em Minas os casos passaram de 28.829 para 39.790 e no Distrito Federal, de 965 para 2.103. (FONTE: Ultimo Segundo)

Apesar da redução de casos, o secretário-adjunto municipal da Saúde, Paulo Puccini, disse que os cuidados com a doença devem permanecer. “A dengue não está controlada, está em queda de ocorrência. O que faz a gente acreditar que o processo de transmissão da dengue mudou em São Paulo”, afirmou durante entrevista na sede da Prefeitura, no Centro de São Paulo.

Com os 57.794 casos, o patamar é considerado epidêmico. Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), epidemia é quando os casos passam de 300 por 100 mil. (fonte: G1)

Já falei sobre esse assunto aqui no blog há algumas semanas e hoje faço o mesmo apelo que naquele post: Vocês me ajudam a disseminar esse movimento e espalhar o bem e a prevenção para todos à sua volta e nas suas redes? <3

nossacidadesemdengue3

Uma coisa que aprendi ao me aprofundar nas maneiras de combater a dengue: ao contrário do que se pensa, os mosquitos da dengue não depositam os ovos diretamente na água. Eles ficam grudados nas paredes do recipiente em contato com a água. Por isso, é importante sempre lavar com buchinha os recipientes de água que não serão jogados fora (os vasos de flores da casa, por exemplo).

Fazendo isso, você garante não só a sua segurança, mas a segurança de todos à sua volta: família, vizinhos e amigos. Por isso é importante disseminar esse movimento e as dicas para combater os mosquitos da dengue: Se ficarmos juntos, podemos vencer esse combate.

No site www.nossacidadesemdengue.com.br você encontra dicas de como combater o mosquito e a doença dentro da sua casa e pela cidade, além de uma sessão de Mitos e Verdades e imagens para compartilharmos nas redes sociais e ajudar a espalhar mais e mais o movimento. Juntos somos mais fortes e apenas juntos podemos combater a dengue com eficácia.

Por ser uma marca voltada à proteção da família há tantos anos, a SBP está agora liderando esse movimento de combate à Dengue, que é uma das doenças mais perigosas, transmitidas por um mosquito. Esse movimento de combate e conscientização é de extrema importância e por isso faço questão de divulgar, afinal, a Dengue é uma doença que precisa ser combatida por todos. Não basta apenas a sua casa estar livre do mosquito, se o seu vizinho também não fizer a parte dele,

O objetivo principal do movimento #NossaCidadeSemDengue é fornecer informação sobre a doença e ensinar diversas formas de combatê-la dentro de fora de casa, para que as pessoas FALEM sobre o assunto com seus amigos, vizinhos, familiares, e disseminem a informação. Cuidando para que cada um faça sua parte.

Prevenção espalhada para os vizinhos, para nossa cidade :) (Imagem: © Steve Hix/Somos Images/Corbis)

Prevenção espalhada para os vizinhos, para nossa cidade 🙂 (Imagem: © Steve Hix/Somos Images/Corbis)

#NossaCidadeSemDengue #SBP

Comente!