O amor que alivia a dor e a saudade do Dia das Mães

O Dia das Mães para a minha mãe

Mamy, Mari e eu. Família <3

Eu perdi minha avó materna há 9 anos. Com ela, se foi minha infância pois era meu último laço de neta e de muito do que vivi quando pequena em Belém.

Dia das Mães é emoção pura, é gratidão, mas também pode ser de muita saudade. Fico pensando como posso fazer minha mãe o mais feliz possível nesse dia para que alivie um pouco a falta que minha avó pode estar fazendo. Com as netas agora, sei que consigo enchê-la de amor.

Quando eu digo enchê-la de amor de forma alguma eu penso em substituir um sentimento ou tapar um buraco, mas aliviar aquela saudade que o Dia das Mães traz.

O Dia das Mães da minha melhor amiga

Isso me faz pensar na Mari, minha melhor amiga que vocês viram comigo na viagem para Orlando – e gargalharam tanto com nossas palhaçadas. A Mari perdeu a mãe aos 11 anos e eu nem sei como é esse dia para ela. Mas sei que durante alguns dos Dias das Mães desde que nos tornamos melhores amigas é com a minha mãe.

Em 2007 <3

Eu e Mari somos melhores amigas há mais de 15 anos e em algum momento durante esse período minha mãe se tornou uma figura materna para ela. Somos irmãs de coração e também porque temos uma figura materna maravilhosa que nos acolhe com seu enorme coração generoso – e que nos faz gargalhar e ver a vida com mais leveza.

O nosso Dia das Mães

Esse ano, além de termos decidido viajarmos todas juntas para celebrar nosso dia (sou madrinha do Max, filho dela, e ela é madrinha de consagração de Nossa Senhora da Julia – tivemos os dois com apenas 3 meses diferença) e celebrar nossa Fafá, decidimos também pensar juntas no presente que daremos para ela.

Grávidas juntas em 2015

Para não darmos a mesma coisa para Fafs e dividirmos ideias, cada uma de nós criamos uma página de favoritos no app do Magalu e compartilhamos o link uma com a outra. Para duas pessoas que não param quietas com a rotina dos filhos, coisas de casa, trabalho, reuniões e eventos, foi MUITO mais prático e objetivo.

Por conta de tudo isso que envolve a minha vida com essas duas pessoas que eu tanto amo e que não podem mais celebrar suas mães nesse dia, eu desidratei nesse vídeo do Magalu que fala do possível pior e mais triste Dia das Mães se transformar em um dia surpreendentemente melhor. Chorem comigo:

Que venha o Dia das Mães e, além de toda gratidão e amor que há nele, que minha família peculiar possa se envolver mais e mais nesse amor que afaga a saudade e alivia a dor.

Feliz Dia das Mães para cada uma de vocês, do jeito que for, com todo amor do mundo.

Max e Julia <3

 

Comente!