Saindo de casa…

Pronta pra sair!

Sair de casa com seu bebê requer toda uma preparação. Acabou aquele negócio de “vamos sair?” e ir rapidinho. Hahaha É preciso arrumar a malinha para que não falte nada, mesmo quando se vai só ao supermercado…

Eu tenho três bolsas de tamanhos diferentes. A primeira é para saídas rápidas, a segunda para passar o dia fora de casa (essa aguenta até uns 2, 3 dias) e a terceira para viagens mesmo. Mas vou deixar o assunto “viagem com bebê” para outro post porque, olha, é quase uma mudança. De fralda a berço portátil, o porta-malas é 80% dela hahahaha

Agora quero apenas compartilhar com vocês como eu me organizo para saídas rápidas. Olhando a foto acima, não parece que cabe tudo nessa bolsa, né? Mas cabe sim 🙂

Vamos lá:

– 2 trocas de roupas, sendo um par de meias, um macacão mais quentinho e um conjunto culote (mijão) + body. Esse último para o caso de algum acidente de cocô (que aconteceu logo que saí de casa depois de tirar essa foto);

– Um cueiro para cobri-la no bebê conforto, caso esfrie;

– 4 fraldas. Vai que, ao trocar, ela faz xixi/cocô para cima e já inviabiliza a nova, né? É preciso ter algumas de sobra para não correr o risco de ficar sem;

– Pomada para troca. No meu caso, uso uma americana chamada Desitin, mas é o mesmo que Hipoglóss ou uma que eu adoro, de amêndoas da Welleda;

– Um trocador portátil + fralda de pano para deitar o bebê em cima. Não dá para contar que todo lugar tenha trocador, principalmente na visita às casas das pessoas que, geralmente, acaba sendo na cama/sofá deles. É bom forrar para ter mais higiene para o bebê e também para não sujar as coisas dos outros em um possível acidente;

– Porta Leite em pó e mamadeira para o caso de você demorar mais na rua e chegar a hora de amamentar. Eu encho logo de complemento os 3 compartimentos do porta-leite para não correr o risco de faltar, sei lá;

– Fralda de boca;

– Sacos de higiene da Chicco. Eu descobri esse saquinho em uma revista de bebê e comprei um monte. A caixinha custa R$ 11,90 na loja da Chicco e vem com 50 unidades. O saquinho é perfumado e ótimo pra quando estamos fora de casa e não queremos deixar a casa do outro com cheiro de fralda suja (xixi e, pior, cocô). Inclusive quando a fralda vaza, eu uso um saquinho desse também para embalar a roupa suja, dou um nozinho e guardo de volta na bolsa, sem deixar cheiro nas coisas. Trago para casa sem sujar mais nada;

– Pomada para o bico do seio, para passar depois da amamentação. A minha é Lasinoh, como já citei em outros posts;

– Lenço umedecido para recém-nascido (na foto está dentro de um porta-lenço de pano que ganhei no Chá de Bebê). Os pediatras recomendam que se use o máximo possível o algodão com água para não causar nenhum tipo de reação, já que alguns bebês têm alergia ao lenço. Graças a Deus a Laura não tem. Quando saímos é mais prático ter o lenço umedecido na bolsa do que pedir água num frasco para alguém. Eu continuo usando o de recém-nascido por ser mais delicado para a pele do bebê;

– Um babador para a hora do complemento;

O cueiro eu não levo dentro dessa malinha, mas cubro as perninhas da Laura com ele no bebê conforto. Se estiver calor, coloco em cima do “segura pescoço” dela (foto abaixo).

Bebê conforto com “segura-cabeça”.

Outra coisa que eu gosto de levar, mas esqueci de colocar na foto, é a pequena nécessaire de higiene (a minha é da Safety 1st, que também ganhei no Chá de Bebê). Nela há escova e pente de cabelo, sprayzinho de água para pentear o cabelo, cortador e lixas de unha. Coloco dentro um aspirador nasal (nunca tive que usar, mas vai que, né?) e cotonetes. Dê uma olhada:

Junta isso tudo ao carrinho do bebê,  em que o bebê conforto é acoplado, e estamos prontas para sair de casa 🙂

Até a próxima, amorecos!

Esse material foi produzido para publicação em Veja SP

Comente!