Sim, é importantíssimo cuidar de si e cuidar do relacionamento – e sem culpa!

Chá, livro, massagem, andar na praça, ver seriado... Não importa. O importante é ter um tempo para você.

Chá, livro, massagem, andar na praça, ver seriado… Não importa. O importante é ter um tempo para você.

Há duas semanas ganhei de dia das mães uma massagem facial. Dividi no instagram a minha felicidade por poder dedicar um tempo para mim. Ontem também pude desfrutar de uma massagem de presente lá no Royal Palm, em Campinas e fiquei muito muito grata por aquele tempo meu. Na saída, comprei de presente para o meu marido a mesma massagem relaxante pois queria muito que ele sentisse o mesmo bem estar e momento de cuidado que eu senti. Laura estava na monitoria do Resort, feliz da vida, e revezamos os cuidados com a Julia enquanto o outro tinha seu momento.

30min de massagem, mais 30min nas piscinas/jacuzzi: valeu cada segundo!

30min de massagem, mais 30min nas piscinas/jacuzzi: valeu cada segundo!

Parece frescura, mas está longe disso. Meu marido dá a “mamada dos sonhos” (eu tiro leite com a bomba antes de dormir) lá pelas 4 da manhã enquanto eu descanso (descanso necessário para a produção de leite) e sei que esse sono entrecortado deixa ele super cansado. Dar de presente para ele uma horinha de relaxamento e cuidados foi algo que sei ter feito bem demais à ele.

Falo de massagens pois foram as experiências recentes pelas quais passei nesses últimos dias e que “cuidaram de mim”. Mas cuidar de si não significa gastar dinheiro ou passar por uma massagem. Deixar o bebê com o parceiro, com a vó, Dinda, Tia, amiga e dar uma volta no parque, ler uma revista/um livro na praça, visitar uma amiga e rir de bobeiras (ou rir do “não-glamour da maternidade). Nem que seja assistir um filme, fazer uma mini maratona no Netflix bebendo um chá, tomar um banho mais longo… Coisas simples, mas que te distraiam, te façam pensar em besteira, sonhar…

Massagem facial, cara de múmia, renovada <3

Massagem facial, cara de múmia, renovada <3

E isso também vale (e MUITO) para o seu relacionamento com o parceiro. Cuidar do relacionamento é cuidar de você. Tão importante quanto lembrar à nós mesmas que continuamos sendo mulheres depois de termos nos tornado mães, é lembrar que continuamos sendo um casal depois de termos nos tornado pais. Tudo bem que assunto VAI SER SÓ AS CRIANÇAS (hahaha), mas ter um momento a dois de tempos em tempos é essencial para a saúde emocional da gente, do relacionamento.

Nós <3

Nós <3

Tá, mas e a culpa? A culpa, essa linda que nasce junto da maternidade. Ela virá no seu ouvido dizer: “nooooossa, deixar com a avó um bebê para poder se dar um tempinho? QUE EGOÍSTA!” ou coisa do tipo. Você responde pra sua culpa que uma mulher descansada e feliz é uma mãe descansada e feliz. E essa mãe descansada e feliz, que se lembra que continua sendo uma mulher, um indivíduo, vai poder dar mais e mais tempo de qualidade pro seu bebê. Ou vai dizer que ser mãe não é uma trabalheira enorme? (Quem disser que não, eu vou invejar fortemente hahaha).

Uma vez por semana, meu marido treina/joga o basquete dele com a Liga de veteranos. Uma vez por semana eu tenho algum evento ou invento algo simples (ou aproveito alguma massagem de presente hahaha) para estar COMIGO ou rir com amigas. Pouco antes da Julia fazer 3 meses, saímos para jantar à dois. Pretendemos pelo menos uma vez por mês repetir isso, só nós dois, para cuidarmos do nosso relacionamento. As meninas? Estarão com pessoas que as amam infinitamente. Avó, tia avó, Dinda… Pessoas que as enchem de amor e carinho e a divertem. Quem cuida curte esse tempo delicioso com elas e elas, cuidadas também só recebem amor e farra.

Não é egoísmo, amorecos: é cuidar de si. E cuidar de si não é frescura: NUNCA SERÁ. Mimem-se! Seu bebê agradece pais descansados e plenos, na medida do possível <3

Comente!